segunda-feira, 24 de novembro de 2008

um brinde especial

O cozido estava bom, mesmo tendo demorado duas horas a confeccionar, debaixo do fogo brando da Camping Gaz. Os “bifes” que moravam ao lado comeram salsichas cruas com batata-palha e farejaram como cães a couve lombarda e a farinheira.
A conversa também estava boa, com os taninos do tintol a libertarem a língua para a matéria do costume: as ondas - aquela em que o nosso amigo Serjão atropelou o “lifeguard” do Porto, tipo “I’m a local” - e as sereias - tantas que já não sei a roupa que rasgámos – é o costume!).
Mas o ponto alto foi mesmo o brinde para a fotografia, com o nosso amigo dropinador a improvisar em grande o seu tchim-tchim com um pedaço de repolho! Será que já não via o copo?

2 comentários:

David disse...

Cá para mim não era só o Sérgio que já não via o copo!!! Pelo menos foi o que ouvi dizer eh! eh!

David disse...

Cá para mim não era só o Sérgio que já não via o copo!!! Pelo menos foi o que ouvi dizer eh! eh!